No dia 7 de março, o parlamento suíço aprovou o acordo para evitar a bitributação do imposto sobre a renda com o Brasil. Ainda pendente de aprovação pelo Congresso Brasileiro, o acordo traz motivação às indústrias e investidores dos dois países.

O acordo tem como base o projeto desenvolvido pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) quanto à erosão da base tributária e transferência de lucros (Projeto BEPS), a fim de evitar interpretações ou planejamentos abusivos e trazer maior segurança aos investidores suíços que pretendem fazer negócios no país.